Veja pela primeira vez esta lula gigante de quase 4 metros gravada nas profundezas do Golfo do México

Pela primeira vez uma lula gigante foi filmada no Golfo do México, uma criatura que se caracteriza por ser muito evasiva.

Os autores desta conquista, como você pode ver abaixo em um vídeo, foram os biólogos de marinheiros embarcados em uma missão da NOAA, a Administração Nacional Oceânica e Atmosférica.

NOAA

A reunião ocorreu após apenas cinco implantações da câmera chamada Medusa, durante um comício noturno em 19 de junho.

Os cientistas estimam que este espécime Tem uma envergadura de mais de 3,7 metros de comprimento, como visto na transmissão de vídeo da NOAA.

Com três corações, uma visão cem vezes mais poderosa que a do ser humano e um cérebro muito desenvolvido, acredita-se que seja o maior invertebrado do mundo, pois pode atingir cerca de 1.000 kg de peso e cerca de 20 metros de comprimento.

Como todos os cefalópodes, as lulas gigantes têm órgãos estatocísticos especiais para detectar sua orientação e movimento na água. A idade de uma amostra pode ser determinada por meio de "anéis de crescimento" nos estatólitos dos estatocistos, análogo à determinação da idade de uma árvore contando seus anéis, dos quais se conclui que os machos crescem cerca de 2,6 mm por dia e fêmeas 4,68 mm.