É o maior planeta rochoso já visto: é 16 vezes a Terra

O telescópio Kepler da NASA, em colaboração com o espectrômetro HARPS de La Silla, no Chile, nos permitiu descobrir que no universo ainda pode haver planetas rochosos maiores do que pensávamos. Encontrado a mais de 500 anos-luz de distância do nosso planeta, na constelação de Áries, foi batizado como BD + 20594b, e é nada mais que 16 vezes mais massivo que a Terra.

Netuno, por exemplo, é um planeta gigantesco 17 vezes maior que a Terra, mas Netuno é um planeta gasoso. A diferença com o BD + 20594b é que ele é feito de rocha. Segundo especialistas, BD + 20594b tem uma densidade de aproximadamente 8 gramas por centímetro cúbico.

Os planetas rochosos são os quatro mais internos do Sistema Solar: Mercúrio, Vênus, Terra e Marte. Marte é quase metade da Terra. Vênus é frequentemente comparada à Terra e até é chamada de planeta gêmeo devido a muitas características comuns, como tamanho e composição da superfície. Agora que Plutão não é mais considerado um planeta, Mercúrio tem o título de menor planeta do Sistema Solar: é um terço do tamanho da Terra.

A descoberta foi publicada no arXiv.org pelo astrofísico Nestor Espinoza e outros cientistas da Universidade Católica do Chile, em Santiago.